M

Mabe – Nome genérico dado às meias pérolas produzidas através de uma técnica em que uma semi-esfera é cimentada na parte interna da concha, provocando a sua cobertura com nácar.

Maçarico – Ferramenta usada para gerar uma chama de alta temperatura, usada no processo da solda.

Madrepérola – Porção nacarada, ou nácar, que cobre o interior de alguns moluscos, que possuem um iridescente jogo de cores.

Maleabilidade – Propriedade dos metais de serem moldados mediante golpes sem quebrar.

Mandril – Suporte manual com uma pinça na ponta que permite fixar diversas frezas ou escareadores.

Marfim – É o material que constitui o interior dos dentes dos mamíferos. Na maioria dos casos, o marfim é retirado dos dentes incisivos de certos mamíferos terrestres (elefante, hipopótamo) e marinhos (cachalote, morsa), assim como do mamute, já extinto mas cujas presas são consideradas marfim fóssil. Em virtude da situação de algumas espécies animais, existem variedades de marfim que têm a sua comercialização monitorizada pela CITES. Um substituto comum é o chamado marfim vegetal.

Marfim fóssil – Designação comercial do material retirado das presas dos mamutes e que é comercialmente designado de marfim de mamute.

Marfim vegetal – Designação comercial das sementes amadurecidas da Jarina (Phytelephus macrocarpa) originarias da América Sul. Estas sementes têm cor branca amarelada e textura semelhante à do marfim, sendo, por isso, chamada de marfim vegetal. Este material tem também o nome comercial de Corozo e Jarina.

Martelado – Efeito rústico que é criado martelando-se diretamente sobre a superfície do metal, podendo ter efeitos mais profundos ou mais leves, dependendo da força empregada.

Material Gemológico – Materiais cuja beleza, raridade e durabilidade o tornam aplicável na ornamentação humana, incluindo minerais, rochas, materiais orgânicos, materiais amorfos naturais, e produtos artificiais.

Mesa – Faceta que é geralmente a maior superfície plana existente na coroa de uma pedra facetada.

Mica – Mineral utilizado em lâminas finas para cozer o esmalte, evita a adesão do esmalte ao forno.

Micrometro – Instrumento de medida de precisão, usado para medir a espessura de fios, lâminas de metal, brocas, etc.

Mineral – Substância homogênea, sólida ou líquida, geralmente de origem inorgânica e de composição química definida, que em condições favoráveis, se forma naturalmente na crosta terrestre. Alguns como o âmbar e fósseis vegetais e animais, são de origem orgânica, mas sofreram grandes transformações, que fizeram desaparecer a estrutura orgânica. Um corpo pode ser considerado homogêneo quando todas as partículas que o constituem (íons, átomos, moléculas) se repetem na mesma ordem e a intervalos regulares em toda sua estrutura, isto é, se examinarmos do ponto de vista físico-químico, todas as partes tem as mesmas propriedades.

Mokume Gane – Técnica que une diversas lâminas de metal de diferentes cores, formando desenhos. As lâminas podem ser unidas por fusão ou solda.

Motor de suspensão – Motor com um cabo flexível, que transfere a força do motor para o mandril de mão.

Momme – Antigo peso japonês, equivale a 3,75 gramas = 18,74 quilates, usado para pérolas cultivadas. Usado apenas pelos produtores atacadistas de pérolas.

Mordente – Ácido usado para gravação, os mais comuns são o nítrico e o clorídrico.

N

Nácar – Substância dura, irisada, composta por agregados criptocristalinos de aragonita, conchiolina e água, que reveste o interior de certos moluscos (madrepérola) sendo também o constituinte essencial da pérola. A interação da luz com estas camadas origina o brilho a que se chama, nacarado. O nácar das conchas é feito de camadas planas, enquanto as pérolas produzidas pelas ostras, são compostas por camadas esféricas e concêntricas feitas pelos mesmos elementos do nácar.

Nióbio – Seu nome deriva da deusa grega Niobe, filha de Tântalo, que por sua vez deu nome a outro metal da família, o Tântalo. Foi descoberto em 1801 pelo inglês Charles Hatchett. É um metal dúctil, cinza brilhante, que passa a adquirir uma coloração azulada quando em contato com o ar por um longo período. Devido a grande variedade de cores que o nióbio possibilita pode ser largamente utilizado na joalheria e outros objetos. Sua coloração pode ser feita forçando-se sua oxidação, por aquecimento ou por hidrolise.

O

Olho-de-gato – Efeito óptico luminoso, que lembra o olho de um gato, causado pela reflexão da luz sobre um conjunto de múltiplas fibras paralelas, agulhas ou canais ocos, encontrado em gemas como o crisoberilo, turmalina, silimanita e opala. O melhor efeito desse fenômeno se consegue com a gema lapidada no formato cabochão. Sinônimo de acatassolamento.

Onça – Do latim uncia, unidade de medida de peso equivalente a 28,69g, onça inglesa equivale a 28,349g

Onça Troy – Unidade de peso anglo-saxônica, equivalente a 31,10 gramas, usada internacionalmente em transações de ouro e prata.

Opalescência – Brilho azulado leitoso, que se observa quando se movimenta a gema, Não confundir com opalização.

Opalização – Jogo de cores característicos da opala, que varia de acordo com o ângulo em que se observa.

Oriente – Expressão de gíria que diz respeito ao brilho nacarado da pérola e da concha de certos moluscos (madrepérola).

Ourives – A palavra vem do latim “aurifice”, aquele que trabalha o ouro. O profissional que realiza o trabalho de ourivesaria.

Ourivesaria – É a arte de trabalhar o ouro e outros metais preciosos na fabricação de joias e outros artefatos. É uma arte bem antiga, que surgiu por volta do ano 3.500 a.C. 

Ouro – Metal de cor amarela e brilho metálico suave, maleável e dúctil, não é oxidado em contato com o ar, e não se deixa atacar pela maioria dos ácidos, podendo ser dissolvido em água régia.

Oxidação – Reação do metal a uma substância química ou ao oxigênio.

Atelier Lélia Copruchinski - tel: (41) 9186-8731 / 3232-5638 - Curitiba - Paraná - Brasil
mais informações sobre o livro
tudo sobre

Design de Joias

saiba mais