ARTE, JOIAS E ORIGINALIDADE
Aurélio Benitez

Um dinamismo sem rodeios é uma das marcas da arte de Lélia Brown. O dinamismo está nas linhas firmes, sem titubeios, do seu desenho. O que tem a apresentar através da sua pintura ela o faz sem filigranas, sem rodeios, sem detalhes. E uma linguagem direta. Esse dinamismo não deixa de ser o reflexo de uma artista cuja personalidade esta inserida na moderna psicologia, caracterizada por essa agitação própria da sociedade deste fim de século. Os temas de Lélia Brown vão surgindo espontaneamente de sua memória. Esta particularidade se entrosa com suas linhas firmes, surgindo figuras que são um misto de espiritualidade e realidade da vida.

Diana Nasser é uma adoradora da natureza, A variedade cromática das flores tem para ela uma beleza salpicada de mistérios. O enigma ela vê justamente na origem de tanta criatividade que a natureza coloca nas formas e nas cores. Para ressaltar ainda mais a sua fascinação, Diana Nasser exibe, em alguns trabalhos, detalhes da flora num fundo escuro. O ambiente em negro e a variedade das cores criam um clima um tanto enigmático. Nasce dai a vontade de o espectador querer também adivinhar um pouco do mistério que há no âmago da vegetação.

Lélia Copruchinski consegue, através de seu trabalho, fazer com que pontos característicos de Curitiba se transformem em obras de arte, que por sua vez, desempenham o papel de joias. E uma união que é um exemplo de que a criatividade humana não tem mesmo limite. Parece impossível conseguir-se a união de imagens que identificam nossa cidade com a arte e com joias que podem ser usadas. É justamente essa a originalidade da obra de Lélia Copruchinski. A artista cria pequenas obras representando os canteiros de flores da Rua XV, os terminais de ônibus, a torre da Telepar etc... Os materiais que utiliza são pedras preciosas, pérolas, entre outros.

Nesta exposição, Lélia Copruchinski, em vez de apresentar as imagens da cidade, transforma detalhes das pinturas de Lélia Brown e Diana Nasser em joias que podem ser usadas. Por tudo isso, o nível de originalidade da mostra destas três artistas plásticas curitibanas dificilmente vai ser alcançado. A criatividade delas merece aplausos.

Saiu na Imprensa
O Estado do Paraná
Gazeta do Povo
Folha de Londrina
Jornal do Estado
Indústria e Comércio
Atelier Lélia Copruchinski - tel: (41) 9186-8731 / 3232-5638 - Curitiba - Paraná - Brasil
mais informações sobre o livro
tudo sobre

Design de Joias

saiba mais